Nat Grego | Ilustradora e Animadora

O Futuro Que Me Alcance (2023)
videoclipe animado

“O Futuro Que Me Alcance” é um videoclipe animado em 2D da canção de Reynaldo Bessa, poeta, cantor e compositor brasileiro. Neste trabalho realizei a direção, roteiro, storyboard, concept art e animação do clipe, sendo este meu segundo curta metragem autoral.

Sinto que o eu-lírico que Bessa criou está numa viagem dentro dele mesmo e foi essa experiência poético-existencial que tentei elaborar na animação. Ao interpretar a música, notei que surgiram mais perguntas do que respostas, e essa imprecisão também faz parte do clipe. Acredito que a multiplicidade de identidades e a impermanência diante do tempo é uma das muitas questões do ser humano. Enquanto eu idealizava e buscava respostas para o clipe meditei muito sobre isso.

Até o momento, o videoclipe foi Premiado como:

  • Melhor Filme de Animação no Santos Film Fest (Santos, SP, Brasil, 2023)
  • Melhor Videoclipe de Animação no Fest Clip (Santa Gertrudes,SP, Brasil, 2023)
  • Melhor Videoclipe de animação no Miradas a través del tiempo (Montevideo, Uruguai, 2023)
  • Melhor Videoclipe Animado Nacional – MVF Awards 2023 – Music Video Festival (São Paulo, SP, Brasil, 2024)

“O Futuro Que Me Alcance ” também esteve presente na Seleção Oficial dos seguintes festivais de cinema:

 
  • HVAF – Happy Valley Animation Festival (Pennsylvania, USA)

  • Baixada Animada – Mostra Ibero-americana de Cinema de Animação, na categoria “Curtas Ibero-americanos” (Niterói, Rio de Janeiro, Brasil), 

  • Lift-Off First Time Filmmakers (Inglaterra), 

  • Santos Film Fest (Santos, São Paulo, BR)

  • Steve Aronson International Film Festival (Costa Rica)

  • BNVIFF – Brazil New Visions International Film Festival (BR)

  • Miami 4 Social Change Youth Film Festival (Miami, USA)

  • 22º Goiânia Mostra Curtas – 21º MOSTRINHA (Goiânia, Goiás, BR)

  •  Marmostra Internacional Film Festival, (Cantanhede, Portugal) 

  • FestCine Itauna, Mostra Xique-xique (Caruaru, Pernambuco, BR)

  • Festival Samburá de Cinema e Cultura do Mar

  • Festival Mostra de Filme Livre – MFL 2023

  • Weird Market, (Valencia, Espanha)

  • Mostra das Minas, Discotecagem + Videoclipes (Santos, SP, Brasil)

  • 5º Filma Bauru, 2023 | Mostra Não- Competitiva de curtas-metragens, videoclipes e video-arte. (Bauru, SP, Brasil)

  • 9º FCCJ Festival Curta Campos de Jordão, 2023 | Mostra Regional (Campos de Jordão, SP, Brasil)

  • Festival de Cinema de Três Passos, 2023 (Três Passos, Rio Grande do Sul, Brasil)

  • 12º Fest Clip –  Finalista(Santa Gertrudes, SP, Brasil, 2023)

  • CINANIMA – International Grand Panorama – Films for Schools 2023 (Portugal)

  • Festival Bananeiras de Cinema (Bananeiras, Paraíba, Brasil, 2023)

  • Bogotá Music Video Festival (Bogotá, Bolívia, 2023 )

  • CineAlter : Festival de Cinema Latino-Americano de Alter do Chão – Mostra infantil Pitombeira na edição 2023 (Alter do Chao, Pará, Brasil)

  • Festival de Cinema de Lages (Lages, Santa Catarina, Brasil, 2023)

  • MVF Awards – Music Video Festival Brasil – Finalista (São Paulo, SP, 2023)

  • FAS Festival de Amostras do Sul (Teixeira de Freitas, BA, 2023)

  • Monstra 2024 – Lisbon Animation Festival – “Mostra CLIPANIM” (Lisboa, Portugal, 2024)

  • Prêmios Quirino 2024 – Nomeação para Melhor Videoclipe Animado (Tenerife, Espanha, 2024)

 

    A animação foi feita numa técnica mista, com desenho tradicional e digital. O processo foi intenso: durante 6 meses trabalhei criando o roteiro, imagens, esboços e o storyboard do clipe. Quando tudo estava mais encaminhado, comecei a animar e esse processo todo durou cerca de um ano e meio para que chegássemos no resultado que temos hoje.

Direção, animação e ilustração: Nat Grego

Produção: Marcelo Abud

Voz e violão: Reynaldo Bessa

Guitarras: Carlos Gadelha

Baixo/sinth: Demétrius Carvalho

Bateria: Marcos Maia

Arranjo, gravação, mixagem e masterização: Caio Zan

Produtor Executivo: André Minassian

Estúdio: Play it Again (áudio)

 

Não é mais minha casa

Nem é mais meu o tempo

O passado tem mil asas

Vem na valsa, vem no vento

E eu vou nessa dança, amor

E eu vou, vou nessa, vou

Minha mãe dorme em meu peito

Pulsa que nem um quasar

Que eu nem sei direito

Se estou aqui ou se estou lá

E eu vou nessa dança, amor

E eu vou, vou nessa, vou

Vou sozinho, vou no risco

Entre aquilo e isso, vou lá

A cada passo, a cada lance

O futuro que me alcance, sei lá

Vou como o pássara voa

Vou como o barco flutua

Vou na popa

Vou de costas para a proa

Minha mãe dorme em meu peito

Pulsa que nem um quasar

Que eu nem sei direito

Se estou aqui ou se estou lá

E eu vou nessa dança, amor

E eu vou, vou nessa, vou

Vou sozinho, vou no risco

Entre aquilo e isso, vou lá

A cada passo, a cada lance

O futuro que me alcance, sei lá

Vou como o pássara voa

Vou como o barco flutua

Vou na popa

Vou de costas para a pro